HISTOLOGIA DO SISTEMA TEGUMENTAR PDF


Veja grátis o arquivo Sistema Tegumentar Histo Veterinária enviado para a disciplina de Histologia Categoria: Outros – 6 – Stream sistema tegumentar – histologia.3gp by Ana Carolina from desktop or your mobile device. Analisou-se a histologia e a morfometria por meio do software Image. Tool. . O sistema tegumentar é formado pela epiderme e derme. A primeira é constituída.

Author: Nek Jumuro
Country: Belarus
Language: English (Spanish)
Genre: Medical
Published (Last): 13 April 2008
Pages: 242
PDF File Size: 8.66 Mb
ePub File Size: 17.43 Mb
ISBN: 582-9-25600-132-3
Downloads: 49422
Price: Free* [*Free Regsitration Required]
Uploader: Tojat

ReflitaSistemas Tegumentar e EsquelticoUna regio do peristio, endstio e prximo aos vasos sanguneos dos ossos.

Contedos relacionadosOrganizao e funo geral das estruturas que compem o sistema esqueltico: Sistemas Tegumentar e EsquelticoULembre-se de que normalmente nosso sistema esqueltico capaz de suportar pequenas quedas.

Descrio da SPImagine uma situao-problema onde uma mulher de 85 anos de idade caiu em sua casa ao se levantar do sof, pois escorregou no tapete da sala. No histloogia de exercitar seu conhecimento nas situaes-problema propostas.

Sistema Tegumentar Histo Veterinária

O sistema esqueltico possui quatro principais funes que podem ser destacadas: Alm destas caractersticas, um tecido avascular nutrido pelos capilares do tecido conjuntivo envolvente ou atravs do lquido sinovial das cavidades articulares, entretanto, em alguns casos, vasos sanguneos podem atravessar as cartilagens, nutrindo outros tecidos.

Conforme observado na Figura 1. Quais as principais estruturas envolvidas e como se d o mecanismo de reparao celular e regenerao dos tecidos afetados na leso da pele? Retomando a situao hipottica mencionada anteriormente no convite ao estudo, podemos complementar que este mesmo jovem tenha relatado ao mdico, antes da cirurgia, que o mesmo possua diabetes e ingeria bebida alcolica frequentemente. Estamos falando da camada: Para dar incio a este estudo necessrio que voc busque seus conhecimentos preexistentes de biologia celular e molecular, histologia, anatomia, fisiologia e patologia, pois a compreenso dos processos aqui descritos envolve o conhecimento destas reas das cincias morfolgicas.

  2951 ACMC PDF

So alguns exemplos desta proteo: No adulto, apenas alguns ossos continuam exercendo essa funo: Ele formado por clulas alongadas especializadas em contrao.

Em outros casos, os fragmentos so sustentados por placas de sietema inseridas atravs da pele e devem ficar nessa posio at unio da fratura, atravs de um dispositivo de fixao interna.

Formado pelos ossos que compem o eixo do corpo e que sustentam e protegem os rgos da cabea, do pescoo e do tronco. Melanoma uma neoplasia maligna da pele, tambm conhecido como cncer de pele.

Post on Apr views. Nenhuma parte desta publicao poder ser reproduzida ou transmitida de qualquer modo ou por qualquer outro meio, eletrnico ou mecnico, incluindo fotocpia, gravao ou qualquer outro tipo de sistema de armazenamento e transmisso de informao, sem prvia autorizao, por escrito, da Editora e Distribuidora Educacional S.

A proteo dos rgos localizados em cavidades; A sustentao de rgos que nele se prendem e inseres musculares; A locomoo e o armazenamento de substncias como sais minerais, clcio e a medula ssea.

sistema tegumentar – histologia.3gp by Ana Carolina | Free Listening on SoundCloud

Embriologia humana e biologia do desenvol- vimento. Tsgumentar situao, tanto o tecido sseo, quanto o cutneo pelesofreram uma leso que para ser reparada exigir hishologia cirrgica. Agora que voc j conhece os aspectos macro e microscpicos da pele, bem como as funes exercidas pelas principais estruturas, voltaremos Situao Realidade proposta no incio desta unidade, com o objetivo de compreender melhor os processos de reparao tecidual e cicatrizao, assimilando-os ao contedo aprendido nesta seo.

Com o objetivo de auxiliar no desenvolvimento de uma linha de raciocnio para o contedo da unidade, trabalharemos com uma situao hipottica que, no decorrer de nosso estudo, ir lhe proporcionar uma aproximao dos contedos tericos com a prtica. Iremos desenvolver este siwtema conhecimento a partir da origem e organizao geral, anatmica e histolgica das estruturas que compem os ossos e articulaes.

Histologia – Sistema Tegumentar

Para entender mais sobre o processo de reparao celular e cicatrizao, bem como as interferncias negativas sobre ele, acesse o link: Sabemos que a constituio de qualquer sisttema tecidual humana tem sua formao pelo conjunto de clulas semelhantes em forma e funo. Competncia a ser desenvolvida: E as apcrinas, tegumeentar principalmente nas axilas, regies genitais e ao redor dos mamilos. Ao final do estudo desta unidade voc ser capaz de compreender a estrutura macro e microscpica da pele e dos ossos, bem como os mecanismos celulares que levam reparao de leses em ambos.

  ALLSEAS SOLITAIRE PDF

Pelas caractersticas estruturais que conferem ao tecido sseo um alto grau de rigidez, ddo fcil perceber que dentre vrias funes, este tecido, com as peas constitudas de formas variadas e fortemente unidas, se torna responsvel pela proteo de estruturas orgnicas vitais.

Histologia de Aves by Amanda Vitório on Prezi

Neste caso h a reduo da elasticidade tecidual, perda de sensibilidade no local e trombose nos vasos cogulo sanguneo. Junqueira e Carneiro De acordo com mdicos, esse tipo de cicatriz pode ocorrer em qualquer lugar do corpo e ocorre devido s caractersticas da pele de cada regio, como espessura, pigmentao, quantidade de colgeno, presena de glndulas e pelos, entre outras.

No se preocupe em entender os processos de reparao ssea neste momento do seu estudo. Sistemas Tegumentar e EsquelticoUAo fim desta seo, encerramos tambm esta unidade referente aos sistemas tegumentar e esqueltico.

Associadas aos folculos pilosos, em virtude da sua origem, encontram-se as glndulas sebceas Figura 1. Agora estaremos focados na fratura ssea e sua reparao. As fraturas fechadas ou internas so aquelas nas quais os ossos quebrados permanecem no interior do membro sem perfurar a pele.